domingo, 23 de junho de 2013

Picanha ao Forno: Churrasco Simples, mas Prático...é para quem está ocupado mesmo!




É feito no forno apenas com sal grosso, mas,
se quiser algo mais, depois de semi-pronto e já retirado o sal,
é só refogar uma cebola picadinha e retornar a picanha ao forno para dourar.
Veja o passo-a-passo e aproveite uma comidinha caseira......


 Comi com couve, arroz e feijão "carioquinha"

Ingredientes: como obrigatórios, apenas 1 e 1/2 kg de sal grosso (a receita é com 3kg de sal grosso, mas usei a metade e deu certo) e 1kg e 300g a 1 e 1/2 kg de picanha (a minha tinha quase 1kg e 300g). Como opcional, basta 1 cebola grande (ou 2 médias) cortada em cubos e 2 colheres (sopa) de azeite com 2 colheres (sopa) de margarina. Papel alumínio opcional. Soube depois por um amigo que o melhor é sempre não ultrapassar 1kg e 200g. Faça assim.

Modo de Fazer: forre uma forma antiaderente com papel alumínio (para o sal, que ficará uma "pedra" depois sair fácil), com sobra para cobrir ao final, mas sem embalar como bombom. Ponha um pouco mais da metade do sal grosso (faça uma cama, como dizem), ponha a picanha com a gordura sempre para cima (para ficar escorrendo e deixar a carne macia ao ir derretendo) e acrescente por cima o restante do sal grosso. Cubra com o restante do papel alumínio que ficou para fora, sem fechar completamente as extremidades. Ele precisa ficar bem folgado, apenas envolvendo a peça, o que permitirá retenção de calor e circulação do vapor. Leve ao forno baixo pré-aquecido por mais de 2 horas  (observe seu forno e acompanhe). Senão tiver papel alumínio (como eu não tinha), faça sem ele mesmo, mas aí será mais difícil usar o caldo que escorre - não tem problema, porque ficou gostosa assim também.

(pedaço de sal grosso duro que se formou ao fundo da assadeira sem o alumínio)


Quando a picanha estiver quase ficando pronta, em torno de 1h30min depois de ter entrado no forno, retire o papel alumínio e regue a parte de cima da picanha com o suco que verteu da carne (sem pegar sal grosso) e que vai estar dentro da assadeira. Para usar o tal caldo, é só pegar a assadeira com um pano e o papel alumínio e escorrer para uma vasilha e dela usar Faça esse processo de regar a carne com sua própria gordura a cada 10 minutos, até que a carne fique pronta (levará um total de 20 a 30 minutos).

Não deixe todo o suco da carne secar para tirar a picanha do forno. Quando ela estiver bem cozida por dentro (você vai perceber fazendo um pequeno corte na extremidade mais larga, como se fosse fatiar a carne), tire-a do forno para que não seque. Corte sempre a picanha em fatia finas, da extremidade mais larga para a mais fina. Jamais corte pelos lados, porque ela pode desidratar. Regue a picanha fatiada com todo o liquido que restou dentro da assadeira.

Se sua receita parar por aqui, pode servir. Se quiser incrementar mais, à parte, refogue a cebola picada no azeite com margarina, parta a picanha em partes, sem cortar até o final, acrescente esse refogado entre as partes e em cima e leve ao forno uns 10 minutos apenas para pegar mais cor e o gosto da cebola. Está pronto!

Dicas para a picanha: não compre picanha maior que 1kg e meio, pois pode estar comprar outra carne junto e ela ficará mais dura. Embora eu não goste de gordura, no caso da picanha, escolha uma peça com bastante dela, pois será essa gordura que amaciará a carne. Na hora de comer, é só separar a gordura (sugiro nunca a comer, mas muitos comem). Ah, se precisar fazer mais carne, prefira comprar 2 peças pequenas com bastante gordura.

Dicas para o preparo: lavar a picanha, faz tirar o excesso de sangue e não a deixa tão escura. Não fatie a picanha. Pode fazer isso no final. Antes, pode até dar talhos em ambos os lados da peça. Se quiser, pode dar esses talhos com distância maior entre eles, somente para pôr sal grosso (eu não fiz isso).

Dicas para o forno: forno baixo, pré-aquecido para não apressar o processo e evitar que ela fique dura e ressecada. Use a grelha mais alta. Muitos ainda acrescentam uma assadeira com água na grelha de baixo (não fiz isso). Dizem que é para a picanha ficar mais macia, pois evapora a água da assadeira e economiza a da picanha. 




OBS: no meu caso, tirei a picanha antes de parar de soltar sangue para que ela soltasse mais após pôr a cebola refogada, para que não resseque demais. O pessoal gostou bastante, mas eu não gosto de picanha, então não gostei muito. Ah, sei que não é igual ao churrasco tradicional, claro, mas meu deu a liberdade para arrumar as gavetas de meu armário enquanto ficava pronta.....e ficou gostosa sim!


"Cama" de sal grosso....

e..... picanha coberta com sal grosso.... 



Cortes na picanha semi-pronta....

Picanha com cebola refogada....
...para ficar douradinha!





 DICAS PARA UM CHURRASCO PERFEITO:


Veja a receita com 3kg de sal grosso...

Picanha ao Forno com Sal Grosso - Edu Guedes


Bom Apetite!!!!





Beijinhos da Sil!!!:-)



0 comentários:

Postar um comentário