domingo, 28 de junho de 2015

Esse Arroz de Carreteiro Junino tava caseiro e bão demais sô!!!!

Uma delícia!!!
Quentinho e com o friozinho que tá fazendo....hummmmm!!!!

Escrevi muito aqui, mas verá que depois de ter os cubos de carne e a linguiça,
é bem simples. SIMPLES E DELICIOSO!!!


Ingredientes: 1 lata de ervilha (ou aquela congelada – melhor ainda), 2 colheres (rasas) de margarina/manteiga, 2 xícaras de arroz cru, 4 xícaras de caldo de carne caseiro (ou água + 2 cubos de caldo de carne de sua preferência), 1 cebola grande picada em cubinhos, 4 dentes de alho (grandes) picados (retirar a pele do meio), sal a gosto, 5 linguiças calabresas (de frango defumado) e 500g de carne seca cortadas em cubos médios a pequenos e 1 colher de cheiro verde picado (cebolinha + salsa) e, se quiser, 1 colher (sopa) de azeite extra virgem. Para cozinhar a carne (já dessalgada – ou compre dessalgada), usei água até cobri-la e temperos (1 cebola cortada ao meio, sal, ervas, 2 dentes de alho inteiros e 1 fatia grossa de pimentão verde). Usei esse caldo de carne para fazer o arroz.



Modo de fazer: bem, é fácil de fazer, se você já tiver os ingredientes cortados. (1) No caso da carne, se comprar charque salgado precisa dessalgá-lo (como se faz com o bacalhau – trocando água ou fervendo para tirar o sal, se não tiver tempo de esperar). Sempre a corto em cubos e a cozinho com temperos na panela de pressão por meia hora. Isso é a primeira coisa que faço. (2) Enquanto cozinha, corto as linguiças em rodelas (e depois a rodela ao meio) e as afervento rapidamente. É só o tempo de ferver a água e notar que ela solta a pouca gordura que ainda tem. Escorro essas linguiças picadas e aferventadas e as reservo. (3) Hora de fazer o arroz. Uso o caldo do cozimento da carne e, se precisar, acrescento sal e ponho para ferver. Enquanto isso, lavo o arroz e o deixo na peneira para refogar a cebola com alho na panela em que farei o arroz, ponho a cebola e o alho para refogar. É aqui que você acrescenta, se quiser, a colher (sopa) de azeite. Eu não pus nada. Uso uma panela de inox (se a sua for antiaderente, melhor ainda). Quando começa a esquentar, ponho o arroz (que ainda está úmido, pois acabei de escorre-lo) e faz aquele “thciiiii” e o misturo com esses temperos. É o tempo de a água ferver e ele secar e jogo a água e de novo o chiado da água no quente. Nessa hora nem vi que tinha deixado uma parte na tampa e acabou empretecendo (acho que queimou de alguma forma, nem sei como, mas o arroz ficou intacto. Bem, agora provo sal, acrescente, se precisar, misturo rapidamente (e só essa vez) e tampo a panela (deixo um pouquinho aberta só). Enquanto cozinha, refogo a carne e a linguiça na margarina/manteiga. É a hora de pôr as ervilhas lavadas para refogar nessa mistura. Rapidamente ficam macias. Desligo e ponho o cheiro verde. Vejo que o arroz está praticamente sem água. Ponho a mistura da carne com linguiça e ervilha e dou apenas 1 misturada. Desligo a panela do arroz e tampo. Está pronto. É tudo muito rápido.


Final de junho....uma pena!
Mas teremos mais festas, agora "julhinas" pela frente!!!
Férias e viagens também para muitos!

E se a vida nos der um limão de surpresa, vamos fazer uma limonada,
pois a nossa vida é muito mais que isso!

Vamos aproveitar!!!

Uma ótima semana a todos!

Beijinhos da Sil!!! :-)



2 comentários:

  1. Olá Sil!!!
    Um clássico da cozinha brasileira que fica bom demais!!!
    Beijos e ótima semana pra ti! =)

    ResponderExcluir
  2. É verdade, Dea!
    Sempre agrada e não dá muito trabalho de fazer. Um prato só já dá se não quisermos inventar mais "moda", é?
    Um abração pra você!
    Bjs
    Sil

    ResponderExcluir