Ai que saudade de Maceió e das incríveis praias de Alagoas!!!!

21:11Silmara Aldrighi

Ai que saudade de Alagoas, de seu povo hospitaleiro,
daquela deliciosa culinária e de suas praias paradisíacas!!!!
O bom ainda é que, você vai usar lá muito short, vestido, chinelo,
óculos, chapéus, camisetas e, claro, bastante protetor solar.


As letras (e o coração)"Eu amo Maceió" foram fincadas lá
2 dias antes de retornarmos a Brasília. Claro, ficamos radiantes e
aproveitamos mesmo para fotos e sem concorrência.
Depois vimos a disputa lá para fotos....


Bem, na verdade, tenho tanto a falar de Alagoas,
que fico até perdida!  Como muitas viagens começam pelo aeroporto,
falaremos dele logo de casa. Nós fomos de Porto de Galinhas
para Maceió e a viagem foi tranquila e fácil.

PS: lembram das postagens anteriores:


O Aeroporto Internacional Zumbi dos Palmares fica até longe.
Então reserve um dinheirinho. Além da oferta de táxi,
você poderá devolver seu carro lá ou ainda contratar serviços de van
(vale a partir de 3 pessoas)


Antes da minha postagem sobre Maceió,
deixo aqui o link da postagem da filha no blog dela.
Fico ótima! Vale conferir!

Aliás, um desabafo: uma pena ela estar saindo do Blog,
mas está com outros projetos e não tem como tocar tudo.

Bem, achei melhor dividir minha postagem em 2 partes:
em uma delas, tratarei somente das praias, incluindo a cidade.
Na outra, abordarei a gastronomia e dicas gerais.


Registro meu agradecimento à querida amiga Emmanuelle,
que incrementou bastante o passeio com suas as dicas.


(gostamos de fazer pesquisas detalhadas antes de cada viagem
e as delas foram muito importantes, já que nasceu lá e detalhou bem)

Valeu, amiga! 

Enfim, meu pedido de desculpas a todos pela demora em postar
sobre Alagoas, mas com doença na família ninguém brinca.
Com a calmaria desta semana, posso compartilhar com vocês
a delícia de ter passado uns dias em Maceió!
Depois, voltarei às postagens de delícias culinárias!


Então vamos agora ao paraíso?

Começaremos falando sobre a orla...
...primeiro a segurança estava perfeita.

Embora os índices indiquem
uma das cidades mais violentas do país,
isso tá mudando e o índice está baixando.
O próprio pessoal de lá está reconhecendo a diferença
Pelo menos na parte turística, pude comprovar
segurança e limpeza.

Diferente de Brasília, o pessoal da limpeza passa o caminhão
de madrugada e não atrapalha (comprovei no dia de ir embora)
e não atrapalha o trânsito no outro dia.
E a orla com as gostosas caminhadas....

 

Bem, dizem que a orla de Maceió não presta pra banho,
mas que é uma maravilha para passear, isso é!

Ela é linda, linda, linda!

Se presta para banho ou não, há controvérsia.
Vi muitos ao mar, mas preferi não arriscar mesmo assim.


A sequência das praias da orla de Maceió é:
Para uma caminhada, melhor ir de Pajuçara até Jatiúca.
Cruz das Almas não é muito movimentada.


Pela orla, você encontra restaurantes com música ao vivo e
comida bem gostosa. O Kanoa Beach Bar e o Lopana se destacam.




Ficamos hospedados na praia da Pajuçara, no prédio praticamente em frente
ao Imperador dos Camarões da Praia e à Feirinha.


Lá mesmo, vocês podem ir a duas feiras de artesanato:
à Feirinha da Pajuçara, que fica do lado da praia e à do Pavilhão do Artesanato,
que fica do lado oposto e tem estrutura melhor (embora mais cara, no geral).
Encontrei alguns poucos artigos mais baratos lá. 

Se tiver que escolher uma delas, vá na primeira opção, mas,
se tiver tempo, pesquise nas duas, pois sempre vale!


Por falar em artesanato, não deixe de conhecer

Você sabia que algumas das "fiandeiras" usam agulhas 
de aro de bicicleta pra fazer seus bordados com linha colorida?


 
  



Você sabia que Pajuçara significa ”terra de espinhos”?
Mas só vi “flores”: arrecifes com mar calmo e encantador, com piscinas naturais
a 2km da costa, acessadas por jangadas nas marés baixas, gente feliz,
sem violência, tudo limpo e as pessoas super educadas e simpáticas.

Tanto na Feirinha, como no Pavilhão do Artesanato tem muita coisa legal:
roupas, calçados, chapéus, toalhas de mesa, souvenirs e
muita criatividade, além de cachaça artesanal alagoana de excelente qualidade
(tem uma com água de coco que não para na prateleira).

Segundo minha amiga,
 “As melhores são: gogó da ema, brejo dos bois e engenho não sei o que lá..”
Ah, ainda comprei uma bolsa enorme por 50 reais,
para guardar (e despachar) as colchas que compramos em João Pessoa.

Mas é exatamente em frente à feirinha da Pajuçara e por ali nas redondezas que
ficam umas vans com pessoas oferecendo pacotes para praias próximas,
tipo “bate e volta”. Tem até pra Porto de Galinhas!

O representante da Pontual nos deu ótimas dicas ao falarmos que estávamos de carro.
Ele fica com sua turma em frente à sorveteria Delicias do Cerrado
(do outro lado da rua fica o Imperador dos Camarões da Praia).
Mas vocês encontrarão muitas ofertas desse tipo.
Lembre-se: prefira maré baixa é melhor,
Mas, se não der, ir à praia é bom de qualquer jeito.


Você terá de priorizar as praias que deseja visitar.
É um dos estados que apresentar uma vasta opção de cair o queijo!
Optamos por nos focar no litoral sul, pois são várias lindas
E com excelente estrutura, uma perto da outra...


As praias do Litoral Sul de Maceió são incríveis! Vale conferir:
Praia do Francês – Barra de São Miguel – Praia do Gunga
Mais abaixo detalharei algumas delas.

No litoral Norte, podemos destacar o mapa abaixo:



Praia de Guaxumã: paz e sossego, limpa, vazia e com preços mais baratos.
Praia da Garça Torta: sossegada, com estrutura rústica, limpa
Praia Mirante da Sereia: embora bonita, vale uma paradinha só para fotos mesmo.
Praia de Paripueira: piscinas naturais e mergulho, boa estrutura.
Chegue cedo e em maré baixa, de preferência!


São Miguel dos Milagres: linda, mas sem a beleza da Barra de São Miguel.
É longe para quem está em Maceió. Até nos arrependemos de ter ido lá.
Foi chegar, fotografar, pegar conchinhas, conversar com o rapaz do local,
para ver se salvávamos o custo /benefício do passeio e fomos embora.

A Praia de Carro Quebrado e a da Tabuba ficam
na Barra de Santo Antônio, uma área de preservação ambientar,
e é linda. Leve sua água e seu lanche e sacos para o lixinho.

Segundo minha amiga: Carro Quebrado é um local muito belo e bem tranquilo.
As Dunas de Marapé, além da belíssima paisagem e do complexo turístico,
é presenteada com dupla paisagem (rio e mar).
A Praia de Angra é um sossego só.
A Praia de Paripueira tem aquela água calma das praias de Alagoas
e o Delta do São Francisco (litoral sul)
tem extensas e largas faixas de areia fina em inúmeras dunas móveis.

Rumo ao Litoral Sul!

Se tiver de escolher, é lá que irá,
Tanto pelas belezas, como pela distância.
Sim, a estrada é ótima, mas tem alguns quebra-molas.
Bem sinalizada e ainda aproveita vista bonita no caminho.

Por aqueles lados tem outro passeio:
Você tem ainda a opção de conhecer as Nove Ilhas,
um belo encontro das águas, com as lagoas Mundaú e Manguaba.
Muitos aproveitam para apreciar um lindo pôr-do-sol.
Nós optamos por não ir.
É que passamos por cima delas ao irmos para as praias do litoral sul e,
como disseram que era caro, não achamos que valia.
Mesmo assim, avaliem aqui por si mesmos.

Você  pode conhecer a cidade de Marechal Deodoro e
ainda aproveitar a culinária local, almoçando na Massagueira.

Pela proximidade, a ordem da praias paradisíacas é:
Praia do Francês, Barra de São Miguel e Praia do Gunga.

Conhecemos nesta ordem:
 Praia do Gunga
Praia do Francês
Barra de São Miguel

________________________________________________________________________



PRAIA DO GUNGA


 

 

A enseada fica a uns 42km de Maceió. Começamos nosso passeio por ela, por ser a mais longe do kit (Praia do Francês – Barra de São Miguel – Praia do Gunga). É que vimos vários ônibus entrando na do Francês e resolvemos ir adiante. Poderíamos voltar no dia seguinte, caso não desse tempo. Afinal, as demais estariam mais perto....


Ao chegarmos na entrada dessa praia, pagamos 2 reais (por pessoa) para subirmos no mirante para garantirmos umas lindas fotos da praia com os coqueirais ao longe. Faz um vento forte lá, mas compensou mesmo assim.


 


De , seguimos para a entrada, passamos em uma “cancela” para pagarmos 10 reais para acesso à praia (preço por carro – pode entrar e sair quantas vezes quiser que o valor cobre). Passamos em torno de 1 hora na praia para bebermos água de coco e andarmos por toda sua extensão para fotos. Pensa que não cansa? Bem, o vento engana um pouco o calor, mas a areia fofa faz o passeio lindo ficar mais puxado. Ponto positivo para o agito e a queima de calorias... Por falar nisso, o mar ficava mais fundo logo na “beirinha” e preferi só molhar as pernas mesmo. Sim, lá pega direitinho o celular.



Mal chegamos, recebemos diversas propostas para fotos – eles montam álbuns com paisagens e poses maravilhosas (com alguns “toques milagrosos” da informática atual). Até fiquei tentada, mas vergonha e preço me impediram....fora isso, não queria ninguém que eu não conhecesse ficasse com fotos nossas, sabe-se lá para futuros álbuns a serem mostrados aos outros. Segundo eles, as fotos e os álbuns que mostravam tinham sido autorizados para exposição...não sei. De qualquer forma, se você quer tirar fotos incríveis, terá umas dicas ao ver esses álbuns.

 Ponto de partida e de chegada (com foto do pto de partida)...


PRAIA DO FRANCÊS


Fica a uns 19km de Maceió. Por ser mais próxima de Maceió, fica mais cheia e um pouco mais tumultuada – pelo menos quando fui. Tem bastante artesanato e a cidade estava bem limpa. Deu para estacionar o carro fácil, mesmo a gente chegando por volta das 11h. Se sobrar um tempinho, aproveite as falésias de lá. Ah, eles não cobram cadeiras de praia, mas é preciso consumo mínimo para isso acontecer. Acho que estava em 30 reais.

 

 

Entre carrinhos diversos, barracas, gente e cachorros descansando na área, o mar maravilhoso, quentinho e uma vista linda. Provavelmente, pelo que todos dizem, em dias de mais calmaria, deve ser um paraíso. Como estava um pouco barulhento, passamos somente 1h, o tempo certinho para curtir um pouco o mar, comermos uns bolinhos de peixe com fritas e beber aquela doce e geladinha água de coco. Eles vendem também muitas batidas por lá, pertinho de sua barraca.

 

Dizem que vale um passeio pelas falésias pelo visual de suas areias coloridas contrastando com o mar, mas não daria tempo, pois queríamos conhecer a próxima. Ainda poderíamos voltar no dia seguinte onde quiséssemos, pois já tínhamos visitado tudo que queria e comprado o que queríamos levar para familiares e amigos.

De lá, fomos direto para a Barra de São Miguel....aí sim, não queríamos mais sair mesmo...encontramos nosso ponto favorito de toda nossa viagem (PS: em 2º lugar, a Praia de Coqueirinho, na Paraíba). 

BARRA DE SÃO MIGUEL




Fica a uns 31km de Maceió e é um verdadeiro paraíso na terra! Dizem que é bem movimentada no Ano Novo e no Carnaval, mas fomos abençoados mesmo, porque aquilo ali é um estava incrível! Águas deliciosas, uma piscina enoooooooorme, sem vendedores, ótimo atendimento, tudo limpinho e muitas opções de diversão...ufa, imperdível! Tinha diversão pra todos os gostos e comida gostosa! Ótimo para todas as idades. Você vai querer voltar lá...



Meus queridos, enfim, terminei essa primeira parte da postagem de Maceió.
Na próxima, indicarei a boa gastronomia e darei mais dicas de passeios.
Espero ter ajudado!!!

Ah, quase esqueço...como prometi, algumas dicas de receitas 
que me lembram a cidade, mas no meu momento atual:

Peixada light
Peixe assado com cama de verduras e alcaparras
Bacalhau ao forno
O que posso fazer com sobras de Bacalhau
Salmão Grelhado
Carne de Caranguejo
Carne Assada

AH...VALE MEEEEESMO IR LÁ, VOLTAR  E VOLTAR DE NOVO!!!!

Uma ótima semana a todos!!!!!

Beijinhos da Sil!!! :-)

Você também pode curtir

0 comentários

Assine a newsletter

Dá um like

Formulário de contato