domingo, 31 de agosto de 2014

Cachorro Quente de Forno bem mais prático! Experimente!

Foi muito fácil fazer o molho com salsichas
e depois pôr no pão-de-forna que comprei sem cascas,
assar e servir.
Nunca mais havia comido salsichas e ainda era a de peru,
mas queria agradar os amigos que vieram para uma visita.
Fiz o que os filhos deles gostavam, mas de uma forma diferente
e rápida, para conseguir ficar com eles na sala conversando.


Primeiro fervi as salsichas já cortadas em rodelas.
Joguei fora a água, lavei e fervi de novo.


Enquanto isso, bati, no liquidificador: 1/4 de uma cenoura média cozida,
1 xícara de molho de tomate pronto, 1/2 xícara de água,
1 rodela fina de pimentão verde e 1 pitada de sal.



À parte, refoguei, em fios de azeite, 1 cebola pequena cortada bem miudinha.
Acrescentei ervas, pus a mistura do liquidificador e deixei refogando
por uns 15 minutos. Acrescentei as salsichas e deixei por mais 15min.

Ah, acompanhe, mexendo de vez em quando e, se precisar, pingue água.

Em uma assadeira, pus o pão, o molho, um pouco de queijo,
enfeitei com 1 azeitona cada fatia e levei ao forno rapidamente
só para dar uma leve crocância no pão.
Retirei e servi.


Dica: deixei o molho preparado antes de a turma chegar. 
Mas esquentei o molho, montei os pães e pus no forno somente após
a chegada deles. Deixei batata palha em uma vasilha,
para que pusessem por cima, se quisessem.

Simples, não? E agradou bem!
Um ótimo final de semana!

Beijinhos da Sil!!! :-)

sábado, 30 de agosto de 2014

Risoto cremoso de Camarão com Batata Palha: show de bola!

Inovei a receita original e ficou uma delícia também!
Você terá 2 opções para fazer: a original e essa leve variação.

Estava pesquisando variedades da minha receita do Camarão Internacional
e achei essa abaixo do Luiz Claudio, que ficou uma maravilha!
Parabéns também por suas outras receitas!
Só mudei um pouco no final dela.

Detalhe:
Resolvi trocar a batata palha por queijo ralado e levei ao forno.
Mesmo assim, se quiser, pode pôr batata palha ao sair do forno.
Da próxima vez, tentarei sem queijo por cima, mas com a batata palha.

Quis inovar, porque recebemos o mesmo casal de amigos
que comeu em nossa casa o Camarão Internacional há uns 4 meses.

Para meu esposo, que se recupera ainda de 3 cirurgias
e para meu filho que não come frutos do mar,
fiz um frango ao forno com arroz que postarei depois.
Foram somente 2 pratos, mas senhores pratos
que fizeram sucesso.

Aqui a foto sem os queijos, mas com a batata palha.
Fica outro prato, embora apenas mude a finalização do "enfeite".
O dele é ótimo! Vejam como ficou o meu!


VEJA a RECEITA!

Ingredientes: 1,5kg de camarão grande limpo, 1 kg de arroz, 1 talo de alho-poró em rodelas finas, 1 talo de salsão picado bem fino, 4 cálices de vinho branco seco, 300g de queijo parmesão em pedacinhos ou lascas, 200g de batata palha, azeite extra virgem, 3 colheres (sopa) de manteiga/margarina com sal e sal de sua preferência a gosto.

Modo de Fazer: misture, em uma vasilha, o camarão, o salsão, o alho-poró e o sal. Deixe na geladeira por umas 8 horas. Aqueça o azeite em uma frigideira e frite rapidamente os camarões. Reserve. Em uma panela previamente aquecida, coloque azeite e doure as cebolas. Coloque o arroz, misture bem e tempere com sal a gosto. Coloque os camarões e o vinho e misture. Coloque um pouco de água até cobrir na medida de 2 dedos acima do arroz. Quando ferver, ponha em fogo baixo até perceber que o arroz está cozido e não tem água no fundo. Acrescente as lascas de parmesão e misture bem. Acrescente a manteiga/margarina e misture até dissolver tudo. Está pronta. Ponha a mistura em uma vasilha, enfeite com batata palha, salsinha e o que mais quiser e sirva quente.

Minha mudança na receita: vi que tinha muçarela na geladeira (em torno de 200g) e parmesão (um pedaço de uns 150g). Ralei os dois na hora, misturei e pus por cima. Ficou ótimo! Além disso, a receita é diferente da minha de Camarão Internacional e o casal acabou apreciando mais uma delicia com camarão.

Experimente você também!
Beijinhos da Sil!!! :-)

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Salgadinho Alternativo: Grão-de-Bico Assado com Especiarias - Experimente!

Fiz durante a Copa 2014, mas só agora estou postando.

Encontrei algo alternativo aos salgados tradicionais e resolvi testar. 


Na revista falava-se que era para substituir o 
amendoim, mas fica bem diferente.
Para mim, são coisas totalmente distintas,
mas eu gostei sim, já que gosto de grão-de-bico.


As fotos não ficaram muito boas, mas o salgadinho ficou!



Eu acho que deixei tostar mais que deveria essas últimas abaixo..
..mesmo assim, eu ainda gostei!



Ingredientes: 2 latas de grão-de-bico (eu fiz o grão-de-bico e medi na lata que acabara de fazer o doce de leite de panela de pressão) escorrido em uma peneira, 1 colher (sopa) de páprica doce, raspas de 1 limão, 3 colheres (sopa) de azeite, 1 colher (sopa) de cominho em pó (não pus, pois não tinha), 1 colher (café) de orégano, outra de salsa e outra de manjericão e sal, se precisar. Se quiser, pode também pôr pimenta-do-reino moída na hora (não pus).

Modo de Fazer: preaqueça o forno a 200ºC (em torno disso). Ponha o grão-de-bico bem escorrido em uma assadeira (pode passar água levemente para retirar algum caldo grosso que fique no grão), acrescente todos os temperos (não ponha as raspas de limão), misturando bem com uma espátula e/ou chacoalhando a assadeira em movimento de "vaivém". leve para assar no forno por cerca de 40 minutos, retirando por 2 vezes a assadeira durante esse tempo para ir virando e assando por igual. Sirva a seguir ou deixe esfriar e guarde o salgadinho em pote bem fechado para não amolecer. 

Consegui a foto da revista...é essa abaixo,
que estava sendo usada em um site também.


Gostou? Tem grão-de-bico em casa? Que tal pegar um pouquinho dele e testar?

Beijinhos da Sil!!! :-)

sexta-feira, 22 de agosto de 2014

Gostosinho de Carne Moída e Queijo Derretido: Buraco Quente no Capricho!

Não resisti e tirei uma foto após 2 "dentadas"....
...hummmmmmm, bom demais!
Conheci esse "prato", mas sem o queijo por cima,
em uma rede de supermercados de Fortaleza
Só a foto do link do supermercado que é
mais antiga do que o que eu frequentava.
O da foto deve ser no Centro da cidade e o outro 
que eu ia era de um bairro que surgiu bem depois:
ele ficava na Av. Engº Santana Jr, onde depois ficou o BomPreço.

Só em casa ou no Romcy, ficava gostoso assim.
e o chamavam de "Gostosinho"....
...na verdade, devia ser gostosão, pois é uma delícia!


  Pois não é que agora, ao mostrar as fotos à colega de trabalho, Márcia
de Londrina, fiquei conhecendo como Buraco Quente?

Bem, depois outras colegas me disseram que o nome era esse também.
E, claro, tem lógica esse nome, mas eu ão sabia mesmo.
Como não sou chef, nem conhecedora de tudo, mas apenas
uma apaixonada por receitas gostosas e em criar e reproduzir
gostosuras para a família e os amigos, fico feliz 
em compartilhar sempre com vocês o que dá certo.


 Por isso mesmo resolvi juntar os 2 e, com ajuda dela,
escolhemos o título desta postagem.


 VAMOS À RECEITA AGORA????

 


Ingredientes: 400g de carne moída (quando dá, procuro pedir para moer 2 vezes e escolho sem gordura. Ou é só comprar moída mesmo e de boa procedência), 6 dentes de alho picadinhos ou espremidos, retirando antes a tirinha que fica no meio deles, 2 cebolas médias picadinhas, 1 pimentão verde (pequeno) picadinho, 1 tomate (sem sementes) picadinho, 1/2 xícara (chá) de molho de tomate refogado (pronto), 6 azeitonas picadinhas, cebolinha e cheiro verde a gosto, 1 colher (sopa) de molho shoyo, 1 colher (sopa) de mostarda (opcional – não usei, porque não tinha em casa), 1 colher (café – pequenina) de pimenta  branca em pó, sal a gosto, azeite para refogar, pães franceses fresquinhos, e ervas de Provence (Ervas de Provence: tomilho, alecrim, louro, manjericão, segurelha, alfazema) a gosto (acabei usando 1 colher de café de orégano + outra de manjericão + outra de salsa + outra de alecrim + outra de tomilho + meia colherzinha de café de louro em pó), fatias de queijo muçarela ou prato e queijo parmesão ralado para polvilhar.
     
 

Modo de Fazer: refogue, em fios de azeite pré-aquecido, a cebola e o alho. Quando estiverem macios e douradinhos, acrescente a carne e refogue tudo, mexendo sempre para que a carne não grude no fundo da panela. Para que fique miudinha ( que às vezes gruda uma na outra e ficam parecendo uns bolinhos bem pequeninos de almôndegas), costumo usar o amassador de batatas. Ela vai soltando água da própria carne e ficando separadinha. Depois a água vai secando. Ah, usei também uma panela com material antiaderente. Bem, assim que ficar mais douradinha, ponha o pimentão e o tomate picadinhos, as azeitonas, o shoyo, o molho de tomate, a pimenta, as ervas secas, pimenta e sal a gosto (cuidado para não exagerar no sal, já que ervas temperam e shoyo é salgado). Deixe no fogo por cerca de uns 20min, sem esquecer de mexer, para o recheio ficar mais sequinho. Ao desligar a carne, acrescente a cebolinha e o cheiro verde a gosto e misture bem e reserve. No meu caso, foi o tempo de meu filho chegar com o s pães quentinho....tivemos tanta sorte que haviam acabado de sair do forno. Ficou tudo fresquinho..... ah, ao final, se ainda restar molho de tomate ou um molhadinho, pode escorrer um pouco a carne refogada ou pegar com escumadeira.

 

Montagem: com cuidado, corte uma tampinha do pão francês e vá retirando o miolo ou empurrando para as laterais e o fundo (vai depender do tanto de miolo que tem o pão de sua padaria – os meus, quase não tirei nada e os empurrei mesmo, porque tinha pouco). Acabei fazendo isso (empurrando para o fundo e as laterais) com uma colher de chá mesmo e fui pressionando para ir até o fim e ter bastante recheio – por isso só deram 5 pães (depende também do tamanho do pão – aquele pequenino deve ficar lindo...farei nele na próxima vez). Depois de colocar o recheio dentro desse do buraco formado no pão, arrume esses pães recheados em uma forma, acrescente fatias de queijo sobre eles, salpique orégano e/ou queijo parmesão ralado e leve ao forno médio pré aquecido rapidamente, somente até o queijo derreter e formar uma crosta douradinha.  Retire do forno e sirva em seguida. No meu caso, o pessoal de casa viu o pão quentinho chegar e estava apressado para comê-lo...e também ninguém queria que ele ficasse duro. Foi o tempo somente de o queijo derreter mesmo e eu retirar tudo e servir...só minha filha não comeu (fiz um de ricota com espinafre para ela – eu tinha o recheio que sobrou das panquecas), pois não ela come carne.

 
E aí, não vale a pena? Claro que sim!


Experimente com outros recheios também!!!

Ah, um mimo para quem conheceu Fortaleza
antes da globalização...clique aqui ou aqui!Beijinhos da Sil!!! :-)

quarta-feira, 20 de agosto de 2014

Doces Chefs: Fricassê de Frango (de Forno) do Luís Fernando: muito bom!

Nosso amigo blogueiro nos enviou uma receita maravilhosa,
caseira, fácil de fazer e a um baixo custo. Obrigada pela dica!

 

Achei incrível! Fiz com o frango moído da Copacol e a testei.
Estava mesmo procurando mais receitas para usar com ele.

 
 Hummmmmmmmmmmm!!!!!

Apenas algumas fotos não saíram boas, porque resolvi gratinar
(uma opção que tenho em meu forno) 
com a metade dela já com a batata palha em cima e
ela queimou um pouco. Mas o sabor continuou maravilhoso.

  
Quando fizer de novo, trocarei as fotos da batata queimadinha. 

Não deixem de fazer, pois vale a pena.
Fiz questão de postar assim mesmo, já que esses pequenos
percalços acontecem em nosso dia-a-dia mesmo, na querida cozinha.

 
VAMOS À RECEITA!!!!
 
Ingredientes: 1 frango triturado (ou moído), 1 copo de requeijão cremoso, 2 cebolas médias picadas, 2 tomates médios picados, 2 latas de milho verde (ou 4 espigas de milhas), ½ copo de requeijão de leite, 2 tabletes de caldo Knorr galinha caipira, queijo (o suficiente para cobrir a massa no tabuleiro), 1 pacote de batata palha, sal, alho e colorau a gosto.

  



Modo de Fazer: em uma panela, refogue a cebola, o alho, o tomate. Acrescente o colorau e misture. Quando estiver bem refogado, coloque o frango moído/triturado e refogue bem a mistura, colocando o caldo Knorr ou outro tempero de sua preferência. Reserve. No liquidificador, coloque o milho, o requeijão e o leite e bata até atingir uma pasta levemente grossa. Misture essa pasta do liquidificador com o frango na panela e deixe cozinhar bem, mexendo de vez em quando, para não grudar. Em uma travessa, coloque o conteúdo da panela e cubra com queijo e batata palha e leve ao forno até o queijo derreter e a batata palha dourar (aproximadamente 15 a 20min).



Faça somente esse prato com arroz branco e sirva!
Fiz em um sábado, após sair com meu pessoal e foi show!

VALEU LUIS FERNANDO!!!
  

Uma ótima 4ªf a todos!


Beijinhos da Sil!!! :-) 


domingo, 17 de agosto de 2014

Doces Chefs: Frango Especial com Talharim do Tiago Valença

O Tiago mostrou à família os dotes culinários 
e fez o maior sucesso!


Ele e minha sobrinha se casaram este ano
e estivemos presentes à animada festa.

Além de dedicado à família e querido por todos,
adora inovar na cozinha. Durante minha terceira ida a Fortaleza este ano
(a primeira foi para o casamento e a segunda a trabalho),
ele e a Priscila convidaram avós, tios e primos para um jantar e foi um sucesso!

Aproveitei para pegar a receita e fazer essa homenagem ao casal.
Na próxima vez, aproveitarei a receita dele para criar um prato e postar depois.



VAMOS À RECEITA!!!




Ingredientes: 1 molho madeira (fugini ou predilecta), 500g de filé de peito de frango em cubos, 01 colher (chá) de alho picado (pasta de alho), ½ cebola grande cortada em rodelas, 01 colher (sopa) de margarina, colorau a gosto, cheiro verde a gosto e tempero fondor a gosto.




Modo de Fazer: Tempere o frango com o fondor, a pasta de alho e o colorau. Refogue a cebola na margarina até dourar, acrescente os cubos de frango já temperados, adicione o cheiro verde e depois o molho madeira e refogue bem. Pode servir.

OBS: o prato foi servido à parte, junto com talharim (macarrão – observar o modo de fazer do próprio pacote, depois escorrer e besuntar levemente com margarina).

Dica: pode misturar o refogado de frango ao talharim (ou outra massa) antes de servir. Ficará uma delícia e evitará que uns peguem muito frango e pouco macarrão e sobre mais macarrão e pouco frango para quem pegar depois.  

Parabéns, Tiago!

Beijinhos da Tia Sil!!! :-)