segunda-feira, 30 de junho de 2014

Camarão Mediterrâneo à Moda da Praia: incrivelmente saboroso!

Muuuuuuuuuuuuito bom mesmo!!!


Desta vez, resolvi seguir uma receita da Coleção Cozinha Regional Brasileira,
da Abril Cultural, receita do estado da Paraíba e como deu certo!!!!


Foi um domingão bem gostoso ao recebermos nossa tia!!!!

Ingredientes para o Molho Branco: 2 colheres (sopa) de manteiga/margarina, 1 cebola média picada, 4 colheres (sopa) rasas de farinha de trigo, 2 xícaras (chá) de leite quente, sal a gosto, 2 colheres (sopa) de queijo parmesão ralado.

Ingredientes para o Camarão: 3 colheres (sopa) de manteiga/margarina, 300g de camarões grandes sem casca, 1 colher (sopa) de ervas finas (alecrim, tomilho, manjericão, manjerona, salsa, sávia e orégano) secas e moídas, sal a gosto, 1 colher (sopa) de coentro (ou salsa) picadinho, 1 xícara (chá) de leite, 1 xícara (chá) de arroz cozido, 100g de muçarela picada, batata palha para enfeitar.

Modo de Fazer o Molho Branco: em uma panela, derreta a manteiga/margarina e doure a cebola. Junte a farinha de trigo e misture bem. Acrescente o leite quente, o sal e o queijo ralado. Reserve. 

Modo de Fazer o Camarão: em uma frigideira, derreta a manteiga/margarina e doure os camarões. Acrescente as ervas finas, o coentro picadinho (ou a salsa picadinha) e o sal, salteando sempre. Em seguida, cubra o molho branco e reserve. Em outra panela, despeje o leite sobre o arroz cozido e cozinhe até engrossar e o aro ficar cremoso.

Montagem: em uma travessa, coloque o arroz cremoso, cubra com os camarões (reserve uns para enfeitar), o molho branco e a muçarela picada. Leve ao forno preaquecido a 180ºC até dourar. Retire do forno, enfeite com os camarões reservados e a batata palha e sirva bem quente.

Dica: se não quiser que fique uma camada de queijo em cima, pode fazer como fiz desta vez, ou seja, pode afundar mais o queijo para ficar derretido sem gratinar.



Dá para comer pouco??? Nem pensar!!!!
Coma à vontade com arroz branco...


Um ótimo apetite para todos vocês!!!!

Beijinhos da Sil!!! :-)

Arroz com Frango Desfiado ao Forno: aproveite sobras de frango e crie um novo e saboroso prato!

Vocês me pediram mais dicas para pratos rápidos,
então vai mais um: desta vez, aproveitando um pouco de cada ingrediente!


FICOU ÓTIMO!!!!
Bem, é um curinga simples em toda cozinha.


É que, sexta passada, foi de dia de correria e com frango sobrando na geladeira.
Desfiei esse frango e aproveitei outros ingredientes que tinha para criar um prato.

Com a necessidade de sair no sábado cedinho, 
aproveitei o que tinha e transformei tudo em um só prato!
Pra variar, deixei semipronto antes de sair e
só levei ao forno ao retornar para o almoço!


É bem simples!!!

Refoguei 1 cebola picadinha em 2 colheres (sopa) de margarina,
acrescentei 2 dentes de alho picadinhos e 1 lata de milho verde (lavado e escorrido).
Depois, 1 colher (sopa) de cebolinha picadinha, 1 tomate picadinho (sem sementes),
1/2 lata de molho de tomate (já estava na geladeira), 1 xícara (chá) de arroz pronto,
o frango desfiado (em torno de 400g) e continuei refogando.

Pus 1 pote de requeijão cremoso, misturei e desliguei o fogo. 
Acrescentei 50g de parmesão ralado e  2 ovos cozido picadinhos.


Retirei essa mistura da panela, pus em vasilha de vidro (que suporta calor do forno),
distribui umas 5 fatias de queijo muçarela e azeitonas sem caroço, por cima, 
e levei ao forno médio pré-aquecido por uns 20 minutos ou
até que ficasse gratinado em cima.

Servi com saladas e arroz branco!



BOM APETITE!!!!


Beijinhos da Sil :-)


Bolo Econômico de Maçã: é de liquidificador, não leva leite, nem água, nem suco! Quer conhecer?

É muito fácil de fazer. O mais caro dos ingredientes da receita é a própria maçã.
É ótimo para comer morninho com café ou chá, ao receber alguém.



COMO FAZER? É SIMPLES!!!

Bata, no liquidificador, nessa ordem, parando para pôr cada ingrediente
e batendo de novo em seguida (não ponha tudo de uma vez para bater):

3 ovos, 1/2 xícara (chá) de óleo, 1 colher (sopa) de canela em pó, 3 maçãs bem lavadas
 (1 1/2 com casca e a outra metade sem casca - tudo sem sementes),
2 xícaras (chá) de açúcar (usei 1 e 1/2) e 2 de farinha de trigo e
1 colher (sopa) de pó royal.


No meu caso, como o liquidificador mais potente está na autorizada,
para bater no mais simples que ficou em casa, após colocar a 1ª xícara de farinha de trigo e
desligar o liquidificador, usei uma faca sem ponta para soltar as laterais e misturar tudo
e aí liguei de novo no mais forte. O mesmo ao acrescentar a última xícara e o fermento.


Notei que, ao colocar as maçãs, amoleceu mais um pouco a mistura.
Com a farinha é que ficou mais pesada para o liquidificador simples bater.

Realmente, não vai leite, nem a água do pão-de-ló, nem suco.


Ainda morno, desenformei, da seguinte forma:
Pus um prato em cima da forma, tentando centralizar,
segurei a forma com um pano e "emborquei" a forma de uma vez só,
como está na foto acima. Claro que verifiquei antes se
estavam soltas as laterais e perto do buraco da forma.


Ficou dessa forma.....


Aí pus outro prato e desvirei o bolo.
Ele só ficou um pouco amassadinho no local onde peguei,
porque é muito macio, quando quente, e eu precisava ter segurado mais na ponta.


Fiz de manhã e, à noite, ao comer, notei que não estava exatamente igual
ao pedaço que comi de manhã, mas estava bom também.

Como sugestão, para a próxima vez:
bater as claras à parte e misturar cuidadosamente ao que está no liquidificador.


Outra possibilidade é usar uma calda ou um doce de maçã
para jogar por cima.


Ah, na receita original, eram 2 ovos e eu preferi usar 3 por causa
da dificuldade do liquidificador que usei, em misturar tudo.


Conclusão: a relação custo x benefício e o tempo gasto para fazer, 
valeu sim...aliás, durante o dia todo, acabei comento já uns 6 pedaços, pode?

Aqui não podemos compará-lo a outros que levam ingredientes mais rebuscados
ou aqueles mais trabalhosos. Por isso resolvi postar mesmo assim.

Essa receita foi de um concurso do Pão-de-Açúcar junto aos funcionários,
que gerou a revista "Cozinha Econômica". Vi que há várias dicas como essa
e, de vez em quando, testarei as receitas.

Beijinhos da Sil!!! :-)

domingo, 29 de junho de 2014

Pastel de Forno bem fácil, com o recheio que você quiser!


Como me pediram mais dicas de lanches rápidos, veja se gosta desta opção!
Foi muito fácil fazer...






Eu já tinha feito antes até mais elaborado,
mas fiz mais simples desta vez por causa da pressa em ver um filme 
que meu marido baixou e ainda comer algo gostosinho e diferente.

Primeiro comprei massa pronta para pastel, pois queria
aproveitar a carne moída que sobrou e o queijo e presunto que tinha de sobra.
Ainda tinha catupiry e aí pude fazer de 3 tipos.


Depois recheei, fechei com um garfo, para fazer a marquinha,
pincelei 2 gemas (sem pele, misturadas à parte), de forma diferente,
para saber o tipo de recheio.


A diferença do frito é que, no forno, fica mais durinho, 
mas o bom é que não é fritura e estava gostoso.


É ótimo para aqueles dias em que você quer aproveitar o que sobrou,
fazer algo gostoso e ainda não perder tempo!



SUGESTÕES PARA RECHEAR SEU PASTEL

(1) Bacalhau com azeitonas pretas e cebolas refogadas no azeite.
(2) Queijo muçarela com queijo catupiry e orégano.
(3) Queijo e presunto de peru picados com orégano.
(4) Frango refogado com os temperos que desejar e um pouco de catupiry.
(5) carne moída refogada e azeitonas verdes.
(6) Ricota com catupiry e espinafre.
(7) Muçarela, rúcula e tomate seco,
(8) Carne seca desfiada, refogada com cebola e queijo coalho.
(9) Queijo minas com muçarela e catupiry.
(10) Legumes picadinhos.
(11) Palmito com catupiry.
(12) Camarão com catupiry.

Crie seu próprio recheio.
Use sua imaginação e cative a todos!

Beijinhos da Sil!!! :-)

Sobrou arroz? Faça Bolinho de Arroz (tradicional ou de liquidificador) OU ainda Croquete Vegetariano: todos são ótimas opções!

Bolinho de Arroz Tradicional

A maior parte das pessoas faz o bolinho tradicional, como este,
que é o mais temperado. Mas como tinha muito arroz e fiz 3 receitas diferentes.
Ficaram bem gostosos os bolinhos, mas deixo você ver o que prefere.



Ingredientes: 2 pratos de arroz cozido (use as sobras que estão em susa geladeira), 2 ovos, 5 dentes de alho picadinhos ou amassados, 1/2 cebola picadinha ou ralada, 1/2 xícara (chá) de salsinha e de cebolinha (picar os 2), 1 colher (café) de fermento em pó (opcional - eu não uso) e sal a gosto, além do óelo para fritar. Acrescentei 50g de queijo parmesão ralado. Ah, pode usar o arroz da forma como está e o bolinho fica mais granulado ou passar o arroz no processador, como eu faço.

Modo de Fazer: junte e misture bem todos os ingredientes em uma vasilha (as claras, se preferir, poderá batê-las ligeiramente ou em neve). Por último ponha a farinha (aos poucos) até dar a liga. Aqueça o óleo e frite os bolinhos às colheradas, moldando-os com o auxílio de 2 colheres (uma de sopa e uma de sobremesa) para que fiquem uniformes. Escorra em papel-toalha e sirva-os quentinhos.

Dica 1: tente não pôr muita farinha de trigo, para que fique crocante por fora e macio por dentro. Ah, com as claras em neve, fica mais fofo.


Dica 2: compare a foto acima e veja as variações que você tem na hora de fazer os bolinhos. A primeira é fritar o bolinho direto, passando apenas na farinha de trigo. A segunda, é passar na farinha de trigo, no ovo batido e depois na farinha de rosca.. Ambas são fritas. Já a terceira opção, após passar no ovo batido e no biscoito cream cracker desmanchado, é levar os bolinhos ao forno.



Bolinho de Arroz de Liquidificador

Esse é o mais fácil de fazer. Talvez as pessoas optem por ele por isso.


Ingredientes: 2 xícaras (chá) de arroz cozido, 2 colheres (sopa) de queijo ralado, 1 ovo, 1 colher (sopa) de farinha de trigo, sal a gosto, salsinha picada a gosto, farinha de rosca para empanar e óleo para fritar.
Modo de Fazer: bata ligeiramente, no liquidificador. Transfira para uma tigela e acrescente, misturando bem, o queijo ralado, o ovo, a farinha de trigo, o sal e a salsinha. model os bolinhos com ajuda de uma colher, empane-os com farinha de rosca e os frite em óleo quente. Escorra em papel toalha e sirva quente.

 


Croquete Vegetariano de Arroz

Esta receita foi feita para quem não bebe leite, nem come seus derivados.
Foi mais um dos pedidos durante as inscrições para nosso último sorteio.

Peguei essa na revista "Vegetarianos" de maio deste ano.
Achei bem gostosos os bolinhos, mas ainda prefiro o outro que não leva ovo.


Foi fácil! Desta vez fiz sem ovo e batendo tudo no liquidificador,
mas pode usar também o processador.



Ingredientes: 1 xícara (chá) de arroz cozido, 1/2 xícara (chá) de cebola picadinha, 2 colheres (sopa) de salsinha picada, 1 pitada de cominho (opcional), 1 pitada de pimenta-do-reino, 2 colheres (sopa) de azeitonas picadas e 2 colheres (sopa) de farinha de mandioca. Queijo parmesão e salsinha desidratada a gosto para polvilhar.

Modo de Fazer: bata o arroz, no liquidificador ou no processador, até que vire uma massa uniforme. Transfira o conteúdo para uma vasilha e acrescente a cebola, a salsa, o cominho, a pimenta-do-reino e as azeitonas. Para dar liga na massa, utilize a farinha de mandioca. Em seguida, modele a massa na forma de croquete. Por último, frite o salgado em óleo quente preaquecido, escorra bem, polvilhe queijo parmesão ralado e salsa desidratada.

Dica 1: pode substituir o arroz por lentilha ou feijão ou ervilha ou grão-de-bico. 

Dica 2: se for preparar algo a mais (ex: esqueceu de separar a salada), pode pôr as bolinhas  



Bom Apetite!!!


Beijinhos da Sil!!! :-)

sexta-feira, 27 de junho de 2014

Torta de Banana com Creme e Merengue: simples e saborosa!


Em homenagem à vencedora do sorteio e às demais seguidoras deste blog,
que nos pediram postagem de sobremesa, segue esta torta leve de banana!

 

Ficou uma delícia!


Como tinha muita banana em casa, acabei fazendo a receita com 
banana prata madura, mas é dizem que é melhor fazer com a banana-da-terra mesmo,
pois parece que fica mais macia.


Ah, é bom que a sobremesa fique pronta, no mínimo, com 2 horas de antecedência.


Depois de pronta, no dia seguinte, com uma espátula bem larga,
cortei, cuidadosamente, dois pedaços generosos para amigas do trabalho
e ainda deu bastante para aproveitarmos em casa!


Darei 2 opções de receita:
a que peguei originariamente e a forma como fiz.
 


 
 Mas que esse merengue tava bom, tava!


____________________________________________

COMO FIZ ESSA RECEITA ????

Bem, primeiro cortei 12 bananas prata maduras ao comprido,
dando umas 3 a 4 fatias cada e fui fritando em margarina, em frigideira antiaderente.
Só virara cada fatia p/ o outro lado ao ter certeza que dourou direitinho,
para que não se desmanchasse se tivesse que virar de novo.

 

 

Ponha na vasilha e polvilhe canela a gosto e, se quiser, polvilhe açúcar.
Acho que não precisa.

Essa foi a primeira camada (ver a 1ª foto abaixo).

 

Na segunda foto acima, pode ver que cobri as bananas com
a segunda camada, que foi uma mistura, em fogo médio,
de 1 e 1/2 lata de leite condensado, a mesma medida de leite,
4 gemas s/ pele, 1 colher (chá) de gotas de baunilha e
2 colheres (sopa) cheias de maisena, dissolvidas em um pouco de leite. 


Acabou essa camada ficando bem firme ao esfriar. 
Se quiser mais mole, diminua a quantidade de amido de milho ("maizena").

Para a 3ª e última camada, bati as 4 claras em neve (bem firme),
acrescentei 8 colheres (sopa) de açúcar
(e nem tinha açúcar de confeiteiro...usei o branquinho mesmo),
bati bem firme, para dar ponto de suspiro, e pus por cima.



Depois de alisar, com uma colher qualquer, fui encostando nessa camada
e subindo rapidamente a colher para que ficassem uns picos, como nas fotos abaixo.


Ficou dessa forma ai, bonitinha, não?
Veja de cima e de lado como ficou.....

 

Aqui dá para ver as 3 camadas....


Levei ao forno baixo preaquecido até dourar em cima.
Acho que foram 15 minutos, mas se não olho logo, poderia até ter queimado!




VAMOS À RECEITA ORIGINAL!!!
 

Ingredientes para a camada de Bananas: 8 bananas-da-terra bem maduras, 2 xícaras (chá) de óleo para fritar, 1/2 xícara (chá) de açúcar, 1 colher (chá) de canela em pó.

Ingredientes para o Creme: 1 lata de leite condensado, 3 gemas batidas ligeiramente, 1 xícara (chá) de leite, 1 colher (chá) de leite, 1 colher (sopa) de manteiga/margarina sem sal.

Ingredientes para o Merengue: 3 claras, 6 colheres (sopa) de açúcar e 1/2 colher (chá) de essência de baunilha.

Modo de Fazer as Bananas: corte as bananas em rodelas e as frite em óleo bem quente. Escorra em papel toalha e depois as passe na mistura de açúcar com canela e reserve.

OBS 2: outra de fazer as bananas é faz\endo um doce leve ou elas caramelizadas.

Modo de Fazer o Creme: em uma panela, ferva o leite condensado com as gemas, o leite e a manteiga/margarina, mexendo sempre. Deixe engrossar, até que fique espesso. Deixe esfriar.

Modo de Fazer o Merengue: em uma panela, coloque as claras, o açúcar e a essência de baunilha e cozinhe em banho-maria até que a mistura fique ligeiramente morna. Ponha essa mistura na batedeira e bata até que fique branca. O ponto certo é quando o merengue se desprende com dificuldade da colher.

OBS 2: outra de fazer o merengue é bater as claras em ponto de neve, pôr o açúcar e bater até formar suspiro (sem ter levado nada ao fogo em banho-maria). E não usaria aqui a baunilha, mas na mistura do creme com o leite condensado (camada que escrevi logo acima deste merengue). Foi como expliquei lá em cima.

Montagem: em refratário redondo médio, coloque o creme, as bananas fritas e o merengue. Leve ao fogo preaquecido a 220ºC, baixe o fogo e espere de 10 a 15 minutos para dourar (fique observando para não queimar). Leve à geladeira por 2 horas antes de servir.

Fico devendo aqui a receita da mãe de um amigo nosso.
Adorei, mas acabei não anotando na hora. Verei se consigo.
Quando conseguir, completarei aqui a postagem com ela.
A foto é essa abaixo.... muuuuuuuuuito gostosa!!!


Acho que uma torta de banana sempre
fará sucesso aqui e aí em sua casa também!!!!!

Beijinhos da Sil!!! :-)