sábado, 30 de abril de 2011

Romeu e Julieta com Sorvete de Creme

É super gostosa e bem prática de se fazer!


Dica 1: na hora de servir, na receita original, minha colega esquentava a sobremesa e servia uma porção com uma bola de sorvete (ou não). Ficava muito bom. Mas experimente primeiro servir normal, sem esquentar, pois fica tão gostoso quanto e fica mais durinho. Depois você tenta uma porção esquentando de forma rápida e por pouco tempo, para jogar por cima da bola do sorvete ou pôr ao lado dele.

Dica 2: pode ainda optar em fazer em uma só vasilha ou em potinhos de vidro individuais. Use sua imaginação!

Dica 3: uma amiga atual, que me resgatou a receita exata (conto ao final essa história), indicou que podemos substituir o polenguinho pelo requeijão.

Observe que são apenas 2 camadas. Em cada uma delas, sempre é uma mistura (no liquidificador) de um ingrediente doce com um salgado ou mais neutro...vamos ao que interessa!


1a. camada: bata, no liquidificador, até formar um creme - 1 lata de leite condensado e 8 a 12 polenguinhos tradicionais, sabor normal (embalagem azul). Depende se quer mais....ou menos....doce. Ponha em um vasilhame e leve à geladeira por uns 10min.

2a. camada: bata no liquidificador, até formar um creme - 1 lata de creme de leite e 250g de goiabada. Ponha no mesmo vasilhame e leve à geladeira por uns 10min. Só aí pode servir.

 

Curiosidade sobre como resgatei essa receita....
Há uns 4 anos, fiz esse prato umas 3 vezes, mas depois perdi a receita.
Achava tão impossível esquecê-la, que, por preguiça mesmo,
fui adiando anotá-la em um papel (simples assim)....

Pois não é que tive vontade de fazer essa sobremesa de novo há mais ou menos um ano e bateu uma dúvida em relação à quantidade de alguns ingredientes. Não me preocupei. Achei até que seria fácil localizar a colega que me deu essa receita, mesmo ela tendo saído do meu trabalho. Não adiantou....perdi o contato mesmo. Bem, vocês não imaginam a sorte....pois, do nada, uma amiga, em resposta a um dos meus e-mails sobre o Blog, acabou indicando, entre outras receitas, exatamente a "Romeu e Julieta". SUA VEZ DE TESTAR essa gostosura.

Beijinhos da Sil!!!:-)

sábado, 23 de abril de 2011

Bacalhoada Portuguesa...prática e especial


Aprendi com minha sogra e nunca mais deixei de fazer. Mas gosto do Bacalhau do Porto...ele é diferente sim..mais gostoso, suculento...grosso...especial! Bom para datas como a sexta-feira Santa! Aliás, é bom sempre!

Ingredientes: 1kg de bacalhau do porto, 1 kg de batata inglesa em rodelas médias, 10 azeitonas pretas ou verdes, 3 cebolas grandes cortadas em rodelas e 2 ovos cozidos, cortados em rodelase quase 1 vidro de azeite (use uns 350ml).

Procedimentos com o bacalhau: escalde o bacalhau por 24 a 48h, trocando a água e verificando como está. Lembre-se de separar pedaços grossos e médios a grandes. Como o bacalhau é peixe de água gelada, o ideal é trocar em água gelada.Tire a pele e as espinhas. Quando estiver no ponto, escorra e ponha mergulhado em azeite. Esse azeite será usado depois, na hora de montar e cozinhar o prato.

Modo de Fazer: monte camadas em um pirex que possa ir do forno à mesa. Coloque bastante azeite no fundo, ponha o bacalhau, a batata cozida, as rodelas de cebola e as azeitonas. Ponha o restante do azeite e leve ao forno por uns 20 minutos. Retire e enfeite com as rodelas de ovo. Sirva bem quente.

Dica 1: o azeite que sobrar do prato deve ser escorrido em peneira fina e usado nos próximos dias para peixe na chapa e/ou outros pratos com frutos do mar.

Dica 1: servir com arroz branco, vinho branco ou rose (seco). 

Deliciem-se com estas imagens e peguem vontade de fazer... hahaha


Beijinhos, Sil!

sexta-feira, 22 de abril de 2011

Risoto Arbóreo com camarão

Basta servir este prato, requintado, delicioso e super elegante! Escolha ingredientes "de primeira" e sua receita fará sucesso!


Ingredientes: 400g de arroz arbóreo, 2 colheres (sopa) de azeite, 700g de camarões médios/grandes rosa, 1 colher (sopa) de cebola (cheia e pecada), 6 dentes de alho amassados, 2 colheres (sopa) de manteiga ou margarina sem sal, 120ml de vinho branco seco, 2 tomates picadinhos (sem pele, sem semente), 1 colher (sopa) de alecrim fresco, caldo da cabeça do camarão ou de peixe (caso compre o camarão já descascado sem cabeça), sal.

Modo de Fazer: descasque os camarões lavados e separe as cabeças. Cozinhe essas cabeças em água e sal. Reserve. Em outra panela, derreta a manteiga/margarina sem sal, coloque a cebola para dourar e acrescente metade do alho. Acrescente os tomates, o alecrim e refogue de novo. Ponha o arroz por instantes, refogue-o, e, em seguida, adicione o vinho branco. Mexa bem e deixe evaporar. Sem parar de mexer, adicione o caldo de camarão fervente (suficiente para cozinhar o arroz) e acrescente mais depois, se necessário. Cerca de 5 minutos antes de apagar o fogo, acrescente os camarões. Sirva em pratos aquecidos e decorados com alguns camarões e regue-o com azeite extra-virgem.

Dica: como o vinho branco seco será de excelente qualidade, pode ser usado como bebida para acompanhar esse prato.
Beijos e bom apetite........Sil!!!

Ensopado de peixe na wok


Bem, gente, esse aí eu fiz hoje mesmo. É sexta-feira Santa e inspirei-me nas dicas da Ana Maria Braga, mas fui além. Criei um prato com outros ingredientes que tinha e sabia que daria certo. Mas o resultado foi melhor do que eu pensava....

Basicamente, esta é uma simples receita. É só você deixar tudo cortado e depois é só montar camada-sobre-camada na panela (wok) e ligar o fogo médio até ficar pronto.

Além desse prato saboroso, fiz uma bacalhoada (receita postada também).....muita coisa pra pouca gente, né? Mas amanhã a gente termina....tava bom demais.......amei!

Ingredientes: 1 pimentão verde pequeno, cortado em rodelas finas; 1/2 pimentão de cada cor (amarelo, vermelho e verde) picadinhos; 3 cebolas grandes cortadas em rodelas; 6 filés grandes de tilápia (comprei o copacol, pois não tem espinhas) lavados no limão e temperados com sal e alho; 1/2 xícara (chá) de molho de tomate de sua preferência; 2/3 xícara (chá) de azeite; 12 azeitonas verdes ou pretas; 4 batatas médias cortadas em 3 partes; 1 cenoura média cortada em rodelas médas; 1 pimenta-de-cheiro grande ou 2 médias; 2 colheres (sopa) de cebolinha; 2 colheres (sopa) de salsa; 200ml de leite de coco; 100ml de leite de vaca; 3 ovos cozidos (ponha, na água do cozimento, um pouco de vinagre para a casca não rachar) e sal a gosto.

Modo de Fazer: na wok grande, faça camadas. Ponha 1/2 xícara (chá) de azeite, metade da cebola, o pimentão em rodelas, metade das batatas, metade da cenoura, os filés de peixe, metade das azeitonas, o molho de tomate. Comece de novo com o restante das batatas e da cenoura, os pimentões picados (3 cores), o restante da cebola, a pimenta-de-cheiro, o restante do azeite e ligue o fogo. Tampe. Quando sentir que está borbulhando, acrescente, vagarosamente e por todas as partes, o leite de coco e o leite. Polvilhe o sal e tampe novamente. À parte, cozinhe 3 ovos em água com um pouquinho de vinagre (para não rachar a casca). Descasque e ponha na panela para pegar o gosto. Quando espetar a batata e sentir que está quase no ponto, acrescente a cebolinha e a salsa. Prove sal (acrescente, se precisar) e tampe. Sirva ao ficar pronto.

Dica 1: se fizer metade da receita, poderá partir um abacaxi grande ao comprido, retirar o miolo dele para fazer um suco com hortelã e rechear cada metade com o peixe e seus demais ingredientes. Sirva com arroz branco e azeite extra virgem.
Dica 2: poderá engrossar parte do molho do ensopado com farinha de mandioca, misturando em panelinha no fogo, para formar um pirão gostoso que acompanhará a receita e o arroz branco.
Beijinhos, Sil!

terça-feira, 19 de abril de 2011

Moranga ao Creme de Camarão... basta um micro-ondas!

Ainda pela Semana Santa, mais frutos do mar pra você....

Essa receita fiz em Fortaleza e causei o maior impacto de tão gostosa que ficou. Dá até para fazer em moranguinhas (você encontra dela pequenas e mais caras, claro).



Ingredientes: 1 moranga média; para o recheio: 2 colheres (sopa) de óleo (usei azeite), 2 cebolas picadas, 2 dentes de alho amassados, 1 kg de camarão limpo (temperado com sal, pimenta e limão), 3 tomates picados (sem pele e sem sementes), 3 colheres (sopa) de farinha de trigo, 1 xícara (chá) de leite, 1 vidro de leite de coco (200ml), 1 lata de creme de leite, 2 colheres (sopa) de cheiro-verde picado), 1 copo de requeijão e queijo ralado para polvilhar.

Modo de Fazer: retire a tampa da moranga e as sementes. Recoloque a tampa, perfure com um garfo e leve ao micro-ondas por 20 a 25 minutos na potência alta ou até que fique macia. Retire, envolva em papel alumínio e deixe em tempo de espera por 10 min. À parte, em um refratário, coloque a cebola, o alho e o azeite, levando ao micro-ondas por 3 minutos na potência alta (100%). Junte o camarão e volte ao forno por mais 5 minutos na potência média alta (70%). Acrescente os tomates, a farinha dissolvida no leite e o leite de coco. Misture bem e leve ao micro-ondas por 4 minutos na potência alta (100%). Retire do forno, tempere com sal, acrescente o creme de leite e o cheiro-verde. Forre o interior da moranga com requeijão. Despeje a mistura de camarões e polvilhe com queijo ralado. Pincele a casca da moranga com óleo misturado com coloral. Leve ao micro-ondas por mais 5 minutos na potência alta (100%).


Dica 1: se preferir usar salsa, fique à vontade. Mesmo sabendo que usa-se coentro em frutos do mar, a salsa também deixará o prato delicioso.
Dica 2: use potência alta (100%) no micro-ondas, leva uns 15 minutos para ficar pronto e rende para umas 6 pessoas. Se preparar a moranga no forno, leva uns 20 minutos. Sirva com arroz.



Veja esta receita com abóboras individualizadas também!



Beijinhos, Sil!

segunda-feira, 18 de abril de 2011

Arroz de Frutos do Mar...é de um restaurante fino em Fortaleza

Já faz uns 10 anos que não m delicio com esse prato. Não é uma paella, mas, como ela, é um único e delicioso manjar dos deuses, farto, mas com elegância.

Vi uma reportagem de um restaurante de Fortaleza e daqueles bem chiques, sabe? acabei provando o prato e fiz logo com a receita que havia anotado antes. Foi sucesso garantido as 6 vezes que fiz! Não tenho foto dele, pois não arrisquei a fazer em Brasília. As fotos são parecidas, mas não se comparam ao prato original.


Se você mora em cidade costeira, terá os ingredientes fresquinhos..só assim valerá a pena! Não é um prato barato, mas é super elegante e uma delícia a ser servido com um bom vinho (consulte matérias sobre vinho ou, diretamente, um enólogo).

Ingredientes: 300g de arroz pronto; 1/2 xíc (chá) de cebola picada; 2 colheres (sopa) de salsa picada; 3 colheres de sopa de cebolinha picada; 2 xíc (chá) de azeite; 150g de camarões (grandes ou médios); 1 colher (chá) de açafrão; 300g de filés de ostra, bem lavados e escorridos; 2 dentes de alho (opcional); limão e sal a gosto.

Modo de Fazer: cozinhe o camarão c/ casca (usei sem casca e do grandão) em pouca água e bastante limão até ficar rosado. Camarão que fica muito no fogo acaba "borrachudo". À parte, coloque a metade do azeite, a cebola e mexa por 3 minutos. Acrescente a cebolinha e os filés de ostra, mexendo por uns 3 a 5 minutos. Se quiser, acrescente alho socado/picadinho e mexa por mais 5 minutos. Acrescente sal, resto do azeite e o açafrão. Ponha o camarão, misture por uns 3 minutos. Ao sentir que está bem refogado, desligue, para que o camarão não cozinhe demais.

Dica 1: do início ao final, não ultrapasse os 200 graus (ideal 180 graus) no cozimento, para o azeite não perder as propriedades. 

Dica 2: saboreie esse e outros M A R A V I L H O S O S pratos em Fortaleza e nas diversas praias do Ceará. Você ficará encantado e retornará!

Beijinhos, Sil!

domingo, 17 de abril de 2011

Salmão grelhado...simples assim!

Rápido, fino e delicioso!



Ingredientes: 2 filés de salmão com a pele; azeite/óleo/sal/pimenta-do-reino a gosto.

Tempero: use sal e pimenta nos filés de salmão já limpinhos. Pode temperar na véspera se preferir.

Modo de Fazer: aqueça, em frigideira de terflon/terfal, partes iguais de azeite e óleo. Ponha os filés (com o lado da pele para baixo). Quando vir que estão bem dourados, vire os filés e sirva em seguida com os acompanhamentos de sua preferência.


Dica: se gostar, pode por alcaparras na manteiga por cima.



Beijinhos, Sil!

Receita prática de Yakissoba....é saudável e gostosa!

Imagine fazer um prato só e conquistar a todos!!!!!

Ingredientes: 1 colher (sopa) de azeite, 400g de carne ou frango em tirinhas (ou 200 de cada), 1 cebola grande em tiras ou picada (como preferir),  1 pimentão (picado ou em tirinhas), 1 cenoura em tirinhas curtas, 1/2 maço de brócolis separado em ramos, 250ml de molho para yakissoba, 6 colheres de molho shoyo, 250ml de água, 1 colher (sopa) de amido de milho diluído em 50ml de água e 500g de macarrão para yakissoba.



Opcionais que não uso (vi em outras receitas, mas não todas juntas): broto de feijão (1/2 xícara (chá), 1/2 maço de couve-flor, 100g de champignon, 1/2 xícara de acelga.

Vegetariana: faço muito em casa, porque minha filha não gosta de carnes. E fica uma delícia também. No caso da vegetaria, não uso óleo nenhum para fritar nada. Apenas ponho os legumes (não uso o pimentão) e o shoyo com a água, para depois acrescentar o molho de yakissoba e, por último, o amido de milho dissolvido na água, para dar uma leve engrossada. Algumas vezes, já que não tinha o molho para yakissoba em casa, usei somente o molho shoyo e a água, com o cuidado para não ficar muito salgado. Mesmo assim engrossei o molho também com o amido e água.


Modo de Fazer: ponha o azeite em panela para yakissoba, deixe ferver, acrescente a carne (ou o frango ou os 2), sem misturar. Ao perceber que está ficando dourada, vire. Acrescente a cebola e o pimentão e misture. Pingue 3 colheres de molho shoyo, jogue a cenoura e os raminhos de brócolis e metade da água. Misture bem, acrescente o restante do shoyo e da água. Ponha fogo médio a baixo. Conforme vai baixando o nível do líquido, você vai acrescentando o molho para yakissoba. Quando os vegetais tiverem cozidos, bem como a carne (ou o frango ou os 2), jogue a mistura do amido de milho com água e misture até engrossar.

Ponha o macarrão já cozido e escorrido, como manda a embalagem, e misture com o molho de forma a ficar homogênea. Caso não caiba em sua panela para yakissoba, vá alternando em vasilha grande o macarrão e o molho e misturando delicadamente. Ficará ótimo!


Dica 1: Poderá comprar os legumes já cortados. Há supermercados que já vendem para a yakissoba.

Dica 2: Poderá cortar os legumes em pedaços maiores ou menores, ao seu gosto. A cenoura pode ficar em rodelas finas também...o que quiser.

Dica 3: Como começou hoje a Semana Santa, no feriadão, poderá fazer yakissoba de camarão com cebola e alguns dos legumes.



Agora é só se servir e curtir!

Beijinhos, Sil!

Pudim 123...é bom...mas é bom mesmo...nossa!

Essa receita de pudim 1-2-3 é do tempo da vovó...
Meu pai sempre gostou...meu marido adora e meus filhos estão até com saudades.....


Você resistiria? 


Bem, é que, tentando outras receitas, lembrei só agora que nunca mais fiz um pudim....ah, farei no próximo sábado! Ah, é receita de origem portuguesa...ou seja, bem antes de minha avó, claro!

O único trabalho é o forno!


Ingredientes: 1 lata de leite condensado, 2 latas de leite de vaca, 3 ovos grandes e, se quiser, 1 colher (chá) cheia de amido de milho (se usar, demora um pouco menos no forno).


Modo de Fazer: caramelize uma forma de pudim com açúcar (veja abaixo a receita do meu pudim Maria-mole). Bata os demais ingredientes no liquidificador e ponha na forma já com a calda. Use a forma de buraco no meio (para assar melhor). Prefira também uma de terfal/terflon. Leve ao forno médio pré-aquecido e em banho-maria (ou sejam a forma do pudim dentro de uma assadeira com água, por exemplo, e sempre lembrando de olhar essa água, para completar aos poucos, quando preciso (talvez só precise completar 1 vez). Demora de 1 hora a 1h30, a depender do forno, mas é sempre bo ficar observando a água após a primeira meia hora. Desenforme após esfriar.

CALDA



PUDIM COM CALDA



Beijinhos, Sil!

Brigadeiro de micro-ondas...praticidade e conquista!

Rápido e simples de preparar...dá para evitar?
Domingo de Páscoa tá chegando!!!!



Ingredientes: 1 lata de leite condensado; 1 lata de leite de vaca; 1 xíc (chá) de chocolate em pó; 1 colher (sopa) de margarina sem sal ou manteiga; 3 ovos.

Modo de Fazer: Bata todos os ingredientes no liquidificador. Coloque a mistura em um refratário untado com manteiga ou margarina sem sal. Leve-o ao micro-ondas, em potência máxima, por 10 min. Enfeite-o com chocolate granulado e o leve à geladeira até esfriar.

Dica: se quiser incrementar ainda mais, aí sim, é fazer uma calda de chocolate no fogo mesmo e pôr em cima desse brigadeiro antes de enfeitá-lo com o granulado.

O que você está esperando para fazê-lo?

Beijinhos, Sil!

Pudim de Maria-Mole...hum.......

Ainda pra Semana Santa, uma sobremesa rápida e gostosa!

Já postei dica de peixe na chapa e da torta de verduras (que pode se muito mais que isso, a depender dos ingredientes que têm disponível em sua casa). Postarei outras delícias ainda hoje........


Essa é moleza...basta usarmos o liquidificador. Uma amiga gaúcha que morava em Fortaleza me deu o primeiro pedaço e aí vi que era uma delícia fácil de fazer e rápida. O único e pequeno trabalho é fazer a calda de pudim. Mas é fácil mesmo...e é gostoso, claro.....dá até para fazer na véspera de receber alguém em sua casa! Bem, tem gente que substitui a calda de pudim por calda de figo em calda ou de ameixa em calda. Nunca tentei, mas deve ficar gostoso e é muito mais rápido também.

Bata, no liquidificador, 1 lata de leite condensado, 1 lata de creme de leite, 100g de coco ralado, 1 pacote de Maria-mole já dissolvido (conforme a embalagem) em 1 xícara (de chá) de água quente. Jogue, vagarosamente, essa mistura na calda caramelizada e ponha na geladeira na véspera.

Para fazer a calda caramelizada, não sou muito boa não....já errei mais de uma vez, mas vou adaptando, “no olho”, a quantidade de água quente a ser jogada no açúcar derretido. É já fiz várias vezes darem certo também. Uso a mesma calda para o pudim 123 (esse aí darei depois a receita).


Normalmente, faço assim: ponha 8 colheres (de sopa) de açúcar em uma panela (antiaderente) para derreter, sempre em fogo baixo. Ao lado, fervo 4 colheres (de sopa) de água e jogo, aos poucos, sempre quente, no açúcar derretido. Vai fazer um barulho e parte do açúcar se junta como se fosse endurecer, mas ele se misturará ao restante e formará uma calda grossa. Jogue essa calda em uma assadeira (segure a assadeira com uma “mão de silicone”ou com um pano para não queimar a mão. Por cima dela, como já disse antes, pode pôr a mistura do pudim e leve diretamente à geladeira.


Com o tempo a gente entende bem da calda, mas, se prefere tentar o que meu colega sugeriu (um pouco da calda do doce de figo ou de ameixa)...eu confesso que nunca tentei, mas fica bonito e gostoso para quem gosta de ameixa e coco...combinam! Aliás, use a imaginação..o que mais combina com coco? Chocolate? Maracujá? Goiaba derretida? Calda de morango, de framboesa? Hum.....mas, se quer algo mais diet, é comprar os ingredientes assim e não usar calda nenhuma....o que acha?






Torta rápida de verduras....misture tudo e forno nela!


É uma delícia!...simples e rende bastante. O primeiro pedaço provei de uma amiga carioca, uma senhora que conheço há uns 5 anos (fará 79 anos). A partir daí, já repassei a receita e fiz algumas vezes. Vario muito as receitas; gosto de brincar de cozinhar.



É muito boa para aqueles dias em que chega alguém em casa, mas faltam ingredientes como carne, frango, tomate seco e rúcula, salsicha,etc.
Ingredientes: 3 xíc. (chá) de farinha de trigo; 1 xíc (chá) de óleo (eu uso azeite e 3/4 da xícara...dá um sabor mais especial e sem exageros); 3 ovos (batidos juntos com garfo); 100g de queijo parmesão ralado (se comprar o parmesão e ralar, ficará mais especial); 3 cebolas grandes picadas (sempre tenho vasilha com cebola picada), 2 tomates picados (sem sementes); 1 xíc (chá) de cheiro-verde; sal a gosto (prove no final, antes de pôr o fermento); e 1 colher (sopa) de fermento em pó.

Modo de fazer: Misture os ingredientes, um-a-um, na ordem acima e vá misturando até formar a massa. Ponha em forma retangular untada e enfarinhada e ponha para assar em 180 a 200 graus, até começar a dourar (enfie um palito e veja se sai sequinho).


Dica 1: com essa mesma receita, dá para acrescentar frango desfiado e milho ou palmito ou tomate seco com rúcula ou carne seca defiada, refogada com cebola, salsicha de peru já fervida e escorrida (criança gosta) ou o que mais imaginar e sua geladeira e despensa disponibilizarem. Lembre-se que não é bom misturar todos os ingredientes. O menos é mais....nesse e em muitos casos.

Dica 2: se o caso é incrementar, ponha em forma em formato de coração ou em forminhas individuais (como aquela em que fiz o bolo de maçã com nozes)......seja romântico(a) se a situação pedir.

Beijinhos, Sil!

FILÉ DE PEIXE de minuto.

Para a Semana Santa... rápido para fazer....saudável e uma delícia!

É...esse nem dá pra dizer que não dá pra fazer...é faciiiiiiiiiiinho. Descobri uma marca de filé de tilápia que encontro nos supermercados de Brasília e que nunca apresentou espinhas (muito bom...tenho de fazer a propaganda do que é bom)...tenho tentado outras marcas e tipos de filé, mas esse aí foi o melhor para esse prato....só não dará certo se você não gostar de peixe, claro!


Ingredientes: 400g de filé de tilápia – a marca Copacol é a minha preferida; 3 colheres (sopa) cheias de azeite (azeite mesmo); 1 limão médio ou grande; sal; 2 dentes de alho (opcional); 1 cebola pequena cortada em rodelas finas (opcional); 1 colher (sopa) de cebolinha picadinha (opcional) – algumas pessoas costumam usar alcaparras, mas é mais carinha e não faz falta ao prato feito da forma abaixo. Depois de fazer dessa forma simples, pode criar como quiser. Se preferir, tempere na véspera e deixe o peixe na geladeira, que apurará mais ainda o gosto.

Tempero: lave com cuidado os filés. Passe o suco de ½ limão nele e lave-os novamente, mas, desta vez, bem rapidamente para não tirar todo o limão. Deixe escorrer bem, esprema a outra metade do limão por cima deles e ponha sal a gosto, de forma que fique todo temperado por igual. Se quiser, agora ponha o alho (já fiz com e sem, mas como adoro alho, sou suspeita para dizer que prefiro “com”). Melhor temperar os filés na véspera, pois ficará mais saboroso.


Modo de Fazer: escolha ou uma chapa lisa ou uma panela parecida com a que se faz yakissoba ou paella e de material antiaderente, que dá para fazer os 3 a 4 filés do pacote de uma vez só, sem pregar. Ponha o azeite e deixe a panela em fogo baixo a médio, até 180 graus. Assim que começar a “ferver”, ponha os filés, um-a-um (sem a pouca possível calda de limão) e tampe a panela (se for na chapa, tem uma tampa (parecida com chapa) e com furinhos e cabo para cobrir). Veja de vez em quando. Só vire os filés com a pá larga, de material para terfal e quando notar que deu uma boa tostadinha. Vire um por vez. Ponha, se necessário (dificilmente precisará), mais uma colher de sopa de azeite e tampe de novo. Antes de tampar, se for usar a cebola, e a cebolinha, essa é a hora – aí é só pôr, por cima, espalhando pedacinhos de margarina (escorrerá e deixará mais molhadinha a cebola). Agora baixe o fogo.

Dica: acompanha purê de batatas (ou batata palha) e/ou salada (arroz também, se quiser) e/ou legumes cozidos ou batatas sautê.

Beijinhos, Sil!

domingo, 10 de abril de 2011

Bolo para grandes comemorações!

Essa receita já foi aprovada diversas vezes.
Pode ser calórica, não é barata, mas é deliciosa, elegante, fabulosa!
Uma d e l í c i a !!!!!! Sucesso garantido!!!
 
 
 
 

 

Fácil de fazer...nem é preciso usar a batedeira. É boa para presentear a pessoa onde você for almoçar na PÁSCOA (ou levar para o local da ceia de NATAL, mas também para uma mesa requintada de chá ou café. Pode ser servida como sobremesa com sorvete de creme. Se preferir, pode separar individualmente em forminhas que vão ao forno. Lindas!

 
Ingredientes: 3 xícaras (chá) de farinha de trigo; 2 xícaras (chá) de açúcar – 360g; 1 colher (chá) de bicarbonato de sódio – 4g; 2 colheres (chá) de canela em pó; 2 ovos ligeiramente batidos; ¾ de xícara de óleo – 180ml; 1 colher (chá) de baunilha; 3 xícaras (chá) de maçãs picadas com a casca- 360g; 1 xícara (chá) de passas ou ameixa picadinha; 1 xícara (chá) de castanha-do-pará ou nozes ou castanha de caju (picadinhas).
 

Modo de Fazer: aqueça o forno em temperatura moderada (180°). Coloque a farinha numa vasilha grande, junte o açúcar, o fermento, o bicarbonato e a canela. Misture bem.
Junte os ovos, o óleo e a baunilha. Misture bem à mão (essa mistura não fica lisa). Junte as maçãs, as passas e as castanhas. Mexa bem. Coloque a massa numa forma de buraco no meio, com uns 25 cm de diâmetro, bem untada. Asse por, mais ou menos, 1 hora e 10 min, ou até que, enfiando um palito, este saia limpo. Retire da forma e deixe esfriar.
 
 


Dica 1: Em qualquer receita, nunca confio no tempo dado. Sempre acompanho de perto.

Dica 2: Fica linda também para levar para casa de amigos, passando um laço de fita vermelha com dourado ao redor dela e papel celofane. Já vi diversas versões dela, mas essa foi a que mais gostei. Não lembro onde a consegui.


Dica 3: Pode usar também dentro de uma cestinha enfeitada ou em caixinha enfeitada e o bolo em quadradinhos. Use sua criatividade!
 
 
 
 

 
 






Veja também a receita do bolo de banana com goiabada!

http://docelarparavoce.blogspot.com.br/2011/11/bolo-de-banana-com-goiabada.html

 

Até breve!

Beijinhos da Sil!!:-)